FEM, orgão de controle europeu lança manual de içamento de eólicas

A FEM, Associação Europeia de Fabricantes de materiais, equipamentos de elevação, movimentação e armazenagem, lançou um novo documento para informar os operadores de guindaste, projetistas e também empresas de guindastes sobre questões de segurança durante a manipulação de turbinas de vento, especialmente sobre as influências do vento em um guindaste móvel no local de trabalho. inclui uma introdução aos conceitos básicos de cargas de vento como abrangidos pela Norma Europeia para guindastes móveis, EN 13000.

Clique AQUI para baixar o manual.

O mesmo é em inglês, mas pode auxiliar os montadores brasileiros em melhorar seus processos de montagem.

Terex anuncia o Superlift 3800 sucessor da CC-2800, para 650t

A Terex Cranes anuncia o lançamento do guindaste sobre esteiras de lança treliçada Superlift 3800. Como sucessor do Terex® CC 2800-1, sua responsabilidade é grande. Quando o CC 2800-1 foi lançado, ele definiu um novo padrão no mercado de guindastes e tornou-se marco de referência em sua classe. Um guindaste inteiramente novo, cada um dos aspectos do Superlift 3800 foi aperfeiçoado em relação ao seu antecessor: do desempenho às características de segurança, do transporte à eficiência e à velocidade de montagem. O resultado é um guindaste construído para a maneira de trabalhar dos nossos clientes, levantando as cargas mais pesadas e os seus lucros também.

“Trata-se de um lançamento muito importante para a Terex. Aperfeiçoando o que já era um excelente guindaste, nós criamos um modelo inteiramente novo, capitalizando um processo de inovação estimulada pela clientela que combina nossa experiência com a dedicação de resolver o problema de cada cliente. E isto exemplifica perfeitamente o que representa a Terex Cranes”, disse Kevin Bradley, presidente da empresa.

Desde o início do projeto, os clientes participaram do desenvolvimento do Superlift 3800. Com base nisto, recursos disponíveis no CC 2800-1 foram aprimorados e outros novos foram acrescentados.

Quanto às características de segurança, o Superlift 3800 vem com o exclusivo Sistema Terex Cranes de Proteção contra Quedas, vencedor do ESTA Safety Award em 2012. Somando-se a isto, foi instalada uma grade protetora em torno da superestrutura. O novo design da cabine oferece maior campo de visão, enquanto os estabilizadores laterais opcionais, equipados com cilindros hidráulicos e sensores de pressão, permitem monitorar a pressão sobre o solo durante a montagem e desmontagem da longa lança principal.

Em termos de desempenho, as capacidades aumentaram em torno de 20% comparadas ao do predecessor. “Quando iniciamos este projeto, definimos metas ambiciosas”, explica Hans-Peter Franzen,  “e tenho orgulho de dizer que conseguimos ultrapassá-las.” Melhorou-se a rigidez do sistema; por exemplo, a extensão leve LF agora é capaz de  levantar cargas de até 178 toneladas. O Superlift 3800 pode ser entregue com um kit eólico integrado em um sistema de lança principal universal: o guindaste consegue levantar turbinas eólicas a 117 metros sem usar a configuração disponível da lança superlift. Não é preciso contar com um guindaste auxiliar para a montagem da lança principal.

Guindaste excelente é aquele que dá lucros. Todos os aspectos referentes à montagem e ao transporte foram projetados visando o máximo retorno do investimento. Apesar da rigidez bem maior, a Terex conseguiu reduzir 17 toneladas no peso da máquina básica, melhorando a capacidade de transporte do guindaste. Além disso, as medidas e o peso dos componentes também foram projetados para facilitar o transporte, incluindo mais pontos de içamento em componentes onde eles eram centrais e motores hidráulicos posicionados no chassi das esteiras, reduzindo o tamanho do conjunto e evitando que estes sejam avariados em trânsito.

O Superlift 3800 é o primeiro guindaste sobre esteiras equipado com nossa nova cabine. Proporcionando aos operadores o máximo em ambiente de trabalho, ela foi desenvolvida com a extensa contribuição recebida de workshops com clientes, estilistas industriais de destaque e especialistas em ergonomia, visando criar a melhor cabine do mercado. O resultado fala por si — e também vale o que custou, trazendo maior segurança, conforto e eficiência.

O Superlift 3800 atende a norma europeia EN 13000 e também a americana ASME B30.5 Ele consegue levantar uma carga máxima de 650 toneladas com raio de 5 a 12 metros e momento de carga máximo de 8.426 toneladas-metro.

Guindastes com tema de bicho selvagem, zebra e tigre

Vernazza Autogru Srl, empresa de transporte e guindastes com sede em Gênova, adquiriu recentemente uma Terex ® Challenger 3160 e um Challenger 3180 guindastes com 55 e 60 toneladas de capacidade, respectivamente. Estes foram os primeiros Challengers entregues na Itália. Os guindastes foram entusiasticamente incorporados à frota Vernazza e foram pintados com listras de tigre e zebra que os fazem se destacar nas obras como mostra as fotos acima.

Treinamento, rigging, consultoria, manutenção ou peças – Crane Service

Leitores, o blogdoguindaste tem o prazer de apresentar seu mais novo parceiro, a Crane Service, empresa sediada em Belo Horizonte-MG mas que atua em todo o mercado nacional. Busquei este parceiro pois eram inúmeros os e-mails que recebia com solicitação das mais diversificadas.

  • “Onde faço curso de operador de guindaste?”
  • “Onde faço curso de estudo de rigging?”
  • “Quem pode me ajudar dimensionando guindastes em minha obra?”
  • “Peças de guindaste, onde encontro?”

E todas essas preguntar eu conseguia responder com o seguinte endereço: www.craneservice.com.br

Assim como todos defendem que o blog foi uma excelente idéia, eu acredito que a forma de trabalho deste parceiro também é!

Evite acidentes, atenda bem seu cliente, faça sua máquina funcionar… Visite o site da Crane e tenha a Crane Service como um parceiro de sua empresa.

 

Atenção, estão falsificando peças de guindastes na Ásia!

O diretor global da Manitowoc Cranes de guindate de torre Thibaut Le Besnerais, comentou que peças falsificadas originários da Ásia estão se espalhando para as regiões do Oriente Médio.

Ele comentou esse triste fato em um debate sobre a segurança em uma exposição em Dubai, onde foi um dos participantes.

As peças falsificadas são produzidas na China e comercializadas no Oriente Médio pois é um mercado de maior consumo para o segmento de guindastes, afinal lá é onde fica grande parte dos guindastes.

A grande preocupação é que essas peças se espalhem para as outra partes do mundo.

Cabe a nós que estamos neste ramo ter responsabilidade quando adquirimos peças e ter a certeza da procedência da mesma.

As vezes as peças falsificadas só são descobertas tarde demais quando acontece o acidente.

A Manitowoc comprou mastros guindaste falsos torre e os levou para seu centro de testes na França, onde realizou testes de fadiga com resultados preocupantes.

Peças falsificadas também pode vir de ex-fornecedores, que têm informações sobre peças de Potain antigos, mas não têm os desenhos atualizados, e pode optar pelo uso de aço de qualidade inferior para economizar dinheiro.

“Uma vez que este fornecedor não é mais o nosso fornecedor, todas as etapas de controle não são mais existente. Se ele quer ganhar dinheiro, ele pode voltar a qualidade do aço, por exemplo. ”

E enquanto alguns compradores podem acreditar que eles estão economizando dinheiro em uma peça falsa, quando o risco de falha do guindaste é dramaticamente aumentada pelo uso de uma peça falsa, todas as economias são inexistentes, disse Le Besnerais.

Os clientes devem evitar peças falsificadas pelo abastecimento de todos os componentes do guindaste através de canais oficiais, disse ele.

Não sei vocês, mas isto, muito me assusta.

Guindaste quebra lança em Malta

A lança deste guindaste cedeu em Malta, na semana passada, enquanto despejava concreto, ninguém ficou ferido no incidente e os danos foram poucos

O incidente envolveu um guindaste telescópico equipado com uma extensão telescópica retraída e jip. O raio de trabalho era relativamente grande para o tamanho do guindaste.

A segunda sessão da lança dobrou no ponto em que ele sai da seção da lança principal.

O proprietário do guindaste – Vassallo disse que o guindaste tinha sido totalmente certificado e testados nos últimos meses e que toda a sua documentação estava em dia. Ele também acrescentou que o operador também foi totalmente treinado, certificado e licenciado.

Quanto à causa? É possível que a lança estava configurada para receber menos carga do que o que estava recebendo, ou que a fadiga da lança, por ser um equipamento com uma idade avançada.

Guindaste quebra ponte por excesso de peso

Foi na Costa Rica, um grove velho modelo TM1275 ou TM1400, que pertence a empresa “Gruas Quirós” a ponte em questão suportava 40t, porem este modelo de guindaste pesa em torno de 82t, um pouco mais que o dobro.

Felizmente ninguém se machucou e a responsável pela rodovia afirmou que a empresa do guindaste terá que se responsabilizar pelos custos que envolverem a reparação da ponte, visto que o guindaste jamais poderia ter passado por ali.

Como diria o palhaço Biribinha: É bucha!

 

Carreta prancha Randon 03 eixos branca Roubada em Indaial-SC

CARRETA RECUPERADA!  

MUITO OBRIGADO A TODOS

QUE AJUDARAM!

 

Foi roubada hoje dia 08/11/2012 uma carreta prancha Randon branca 03 eixos, placa MGL-2539, avistaram ela indo em direção a Rio do Sul-SC, o cavalo que “pegou” a prancha é um VOLVO BRANCO antigo.

—-

12:45 ela foi vista passando por Ascurra-SC via BR-470.

13:40 ela foi vista por Lontras-SC

Cavalo que roubou ela:

Grua danificada pelo furacão SANDY agora esta segura!

A lança da grua que foi danificado na semana passada já foi assegurada.

A equipa de resgate utilizou uma manivela para girar a superestrutura a 180 graus de modo que a lança, fique sobre a parte traseira da grua, e agora está virada para o edifício.

Usaram então uma série de cabos e cintas para amarrar ao edifício, a fim de garantir que ela não caia, permitindo que a área que estava evacuada pudesse ser novamente aberta. A fase seguinte é a instalação de um guindaste, a fim de remover a lança danificada e ajudar a desmontar o guindaste.

Grua danificada pelo furacão SANDY em NY

Todos já devem ter visto nos noticiários o guindaste que danificou com o furacão SANDY, predios foram evacuados, ruas também. Esta grua esta a uma altura aproximada de 300m.

Técnicos não conseguem alcançar o guindaste pela velocidade do vento, e prevem que terão um grande trabalho pela frente. Eu na minha humilde opinião acredito que esta lança desta grua não se soltará facilmente, então não botaria tanta atenção no risco de queda. Mas gostaria de saber como eles vão retirar a lança. Penso eu que será no maçarico.

Alguma dica?

Abaixo foto da grua e do arranha-céu em condições “normais”.