Manitowoc inaugura fabrica em Passo Fundo-RS

Manitowoc finalmente inaugurou sua fabrica dia 31 de março convidando clientes e formadores de opinião no setor em Passo Fundo no Rio Grande do Sul, o evento reuniu aproximadamente 400 pessoas entre elas o Vice-presidente Michel Temer e o ministro do desenvolvimento Fernando Pimentel.

A fabrica iniciará com 55 empregados em uma área de 25mil metros quadrados, mas quer em médio prazo subir o numero de empregados para 300. A planta no momento esta destinada a montagem de guindastes RT de 55t.

Clientes de toda a América Latina compareceram nos 03 dias de networking que foi fornecido pela Manitowoc, dentre eles, Chile, Argentina, Colombia, Peru e Panama.

A produção do primeiro equipamento iniciará esta semana e tem sua previsão de entrega na metade de junho, o compromisso da Manitowoc com o Brasil é de utilizar 30% dos materiais brasileiros e os outros 70% de materiais importados.

Ações como esta demonstram o potencial de nosso país no mercado de maquinas e equipamentos.

Perigo de guinchar na neve

Pular de um veículo em movimento momentos antes dele cair em um penhasco é coisa simples para astros e dublês de filmes de ação, mas ver isso acontecendo na vida real é de tirar o fôlego. Na Noruega, o motorista de um reboque fez isso quando o caminhão que ele rebocava escorregou da pista congelada.

O motorista do reboque escapou no último segundo, mas o outro motorista ficou preso na cabine e caiu do penhasco. Milagrosamente ele saiu dessa com apenas alguns ossos quebrados; olhando para a forma com que o caminhão e o reboque caíram, é impossível imaginar como.

Fonte.

Manitowoc anuncia fim dos testes do 31000 para 2535t

Este mega guindaste esta prestes a finalizar seus testes e segundo o fabricante Manitowoc será entregue antes da metade do ano de 2012, sobre esteira o guindaste com uma lança principal de até 110m e 05 configurações de contrapeso.

O interessante é que a primeira seção de jib tem uma capacidade máxima de incríveis 1400t.

Para o luffing de até 114m possui capacidade máxima em seu ponto máximo de 1212t.

Realmente um gigante!

Zoomlion lança guindaste truck-crane de 75t para o mercado brasileiro com 4 eixos direcionáveis

Mais uma proeza chinesa em rumo ao domínio mundial, passando pelo Brasil, informa que o guindaste ZMC75 da Zoomlion, o primeiro desenvolvido exclusivamente para as necessidades específicas do mercado brasileiro.

O ZMC75 destaca-se pelo chassis com quatro eixos direcionáveis – tecnologia patenteada, que permite um menor raio de giro e melhora em muito a dirigibilidade, tornando muito mais fácil e ágil deslocar e posicionar o equipamento em qualquer situação, o que significa economia de tempo e, consequentemente, redução de custos.

Entre os diferenciais do ZMC75, estão:

• Eliminação de qualquer possibilidade de movimentos bruscos no processo de içamento ou de descida da carga em função de um novo sistema hidráulico desenvolvido especificamente para este projeto. Como as operações de giro e de elevação da carga foram significantemente aprimoradas, ficam garantidas variações de velocidade suaves e estáveis;

• Maior estabilidade em todas as operações e redução das vibrações e impactos durante os processos de inclinação, abertura e fechamento da lança: a Zoomlion aperfeiçoou o posicionamento do cilindro de inclinação da lança neste novo projeto e conseguiu rebaixar o centro de gravidade do conjunto;

• Novo sistema inteligente de calibração e diagnóstico de falhas, que permite a aferição e calibração do computador sem a necessidade de içamento de um peso conhecido;

• Processamento de dados em tempo real pela CPU instalada no equipamento;

• Sensores de pressão de alta confiabilidade.

De acordo com Ricardo Machado, gerente geral de guindastes da Brasif revendedor oficial para o mercado Brasileiro, “o ZMC75 oferece, definitivamente, a melhor relação custo-benefício no segmento de truck-cranes com capacidade até 75 t, aliando tecnologia de ponta, baixo custo e alto desempenho, tanto nas tarefas de canteiro, quanto nos deslocamentos ”. E Machado complementa: “este segmento representa aproximadamente 70% do mercado brasileiro de guindastes”.

Vamos aos comentarios:

Enquanto fabricantes nacionais tentam impor barreiras de importação de produtos estrangeiros, como a exigência de 04 eixos direcionáveis para a baixa tributação. Os chineses vão a luta e como um passe de mágica desenvolvem um equipamento de acordo com a NCM para isenção do imposto de importação. Isto possibilitará a redução drástica (30-35%) do custo do equipamento. Isto se a Brasif realmente quiser inserir este produto no mercado Brasileiro e botar forças nesta inovação chinesa. Que por um lado nos trará benefícios de custo e operação, porem a grande duvida ainda permanece: e a manutenção?

Aguardem as próximas noticias, estamos em março, e muita coisa já aconteceu, este ano promete!

XCMG esta prestes a lançar o QAY1200 para 1200t sobre rodas

Agora temos mais um chinês no páreo dos extra pesados, a XCMG fabrica de equipamentos para construção como todos ja conhecem esta para lançar oficialmente seu guindaste com capacidade para 1200t sobre rodas. Nas fotos acima podemos verificar ele içando com luffing e super lift um QAY160k que em teoria pesa suas 60t ou mais.

Agora nesta capacidade sobre rodas temos Sany, XCMG, Liebherr e Terex-Demag (1000t).

Segundo o fabricante serão efetuados mais de 10.000 testes antes do lançamento para o mercado, e estes testes estão sendo feitos no decorrer de 01 ano.

Neste teste fotografado o guindaste esta configurado com 63m de lança principal mais 36m de luffing. Para a imprensa ver a precisão e operacionalização foi posto um copo de água em cima do guindaste que estava sendo içado e posto este a 80m de altura, quando baixado o copo continuou cheio de água.

Curioso ou não, achei uma inteligente estratégia de marketing, pois ninguém vai saber exatamente os dados da operação, mas vai falar:

– Olha, levantou alto… mas bem alto, ai botaram um copo de água e quando baixo o copo ainda tava cheio!

Chineses, parabéns vocês acabam de dominar o mundo!

Makro ergue a torre eólica mais alta do Brasil

A Makro Engenharia uma das grandes empresas investidoras no ramo de locação de equipamentos de içamento e transporte, esta operando no parque eólico de Guamaré. Este até então possui a torre eólica mais alta do Brasil, com 110,7m de altura. Esta parque esta sendo gerenciado pela Wobben Windpower e terá a capacidade de gerar 292 MW.

Os guindastes que estão disponíveis neste parque são;

  • 02 LR1600 para 600t sobre esteira
  • 01 LTM 11200 para 1200t sobre rodas
  • 01 LTM 1500 para 500t sobre rodas
  • 01 LTM 1400 para 400t sobre rodas
  • 02 LTM 1090 para 90t sobre rodas

Estes 07 guindastes possuem a capacidade de montar até 02 torrem por dia, em condições climáticas perfeitas.

Falta de treinamento da nisso, acidente com empilhadeira portuaria

Depois de muito suspense, “kabum”. O acidente ocorreu pois o operador cometeu um erro grave, “fazer curva com a lança totalmente aberta e com carga nos garfos”.

Poderia ter sido evitado se o operador em vez de tirar o conteiner dando a ré somente fosse um pouco para frente baixasse a carga e pegasse pelo outro lado, ou se ele tirasse de ré e baixasse antes de fazer a curva.

Enfim, neste e em outros casos percebemos que treinamento sai muito barato!

Extra, extra, extra! Sany e Palfinger se unem para vender guindastes!

Calma, calma pessoal, por enquanto essa união não afetará nós aqui diretamente, mas em médio longo prazo poderemos ter grandes mudanças no mercado de venda de guindastes aqui no Brasil.

Acontece que a Sany e a Palfinger se unirão em duas junções. A primeira parte será SanyPalfinger, onde a Palfinger introduzirá guindastes articulados no mercado chinês com ajuda na participação de lucros da Sany, a planta fabril deste investimento terá capacidade de produzir também plataformas aéreas sendo 10.000 equipamentos tendo em vista o domínio de 30% do mercado chines neste tipo de equipamento, e para 2017 existe uma projeção para até 30.000 equipamentos.

A segunda parte será PalfingerSany, a Palfinger também detentora de 50% dos lucros irá comercializar os guindastes da Sany no mercado europeu com exclusividade. Esta grande junção tende a estar 100% operacional até o final deste ano.

Seria interessante caso alguém da Madal Palfinger se pronunciasse sobre o caso, enquanto isto, vamos acompanhando as notícias.

Guindaste triciclo para 3t, chinês é claro

Não faltava mais nada, mais curioso do que funcional, recebi por e-mail esse novo tipo de guindaste. Tomara que esta moda não pegue no Brasil, se não vai ter empresa de entrega rápida se especializando em içamento de carga, já imaginou?

Algumas características do equipamento:

  • Capacidade 3t
  • Altura máxima 15m
  • Velocidade máxima 40km/h
  • Patolamento 2,9×2,2m
  • Dimensões (CxLxA) 5,1 x 1,6 x 2,2m
  • Peso 3,2t

Queria ver um estudo de rigging disso ai

Em época de carnaval Chineses lançam o guindaste XCT30 com certificação européia e fazem os alemães sambarem

Este pequeno chines será apresentado ao mercado europeu na feira Intermat, o XCT30 é a quarta geração destes chineses que já dominaram o mercado brasileiro, e agora tende a dominar o mercado europeu. Após a adequação a um dos mercados mais exigêntes e de certa forma “fechados” os chineses vem com força total.

O guindaste em questão é um “Truck-crane” de três eixos e 04 seções de lança telescópica. Motor Mercedes e transmissão Allison. Com estas grandes modificações podemos dizer que este guindaste se viesse para o Brasil seria um excelente produto, pois todos sabem dos problema que ocorrem com motores e transmissões dos primeiros XCMGs que chegaram ao Brasil, mas isto não vem ao caso.

A XCMG demonstra que se importa com a qualidade do produto pois sempre esta inovando, estas inovações garantam 6% de economia de combustivel, tanto para o “Carrier” quanto para a super estrutura, assim como 6% na eficiência da tabela de carga, e o custo de manutenção reduzirá em 5%. É o que garante o fabricante.

Sei que o produto principal que as fabricas alemãs vendem são superiores a 30t, mas tenho certeza que logo os nossos amigos orientais se especializam e começam a introduzir máquinas pesadas ao mercado europeu, em minha opinião, isto é só questão de tempo, agora quanto tempo, eu não sei.

Locadores, construtora, empreiteiras, quando forem comprar XCMG solicitem o modelo europeu, para que nossa frota de guindaste seja tão boa quanto a frota europeia.